Central de Adubos

Rápida absorção, firmeza de fruto e zero resíduo: saiba mais sobre as vantagens do Algen para sua produção.

Adicionar firmeza ao fruto, aliando tempo de prateleira a um produto zero resíduo é a soma completa para a produção de frutas e demais vegetais. E, para realizar essa estratégia com sucesso, o produtor pode adicionar ao manejo da sua cultura o fertilizante natural Algen. Produzido pela Oceana Minerals, o produto é feito a partir de algas marinhas do gênero Lithothamnium. Por se tratar de uma jazida de alta qualidade, o Algen apresenta um alto grau de pureza, reconhecido até no mercado internacional.

“Isso é tão fato que nós estamos exportando esse produto para vários mercados. A Europa tem um mercado muito exigente, em questão de qualidade. O Vale é um grande exportador de frutas para o mercado europeu e sabemos as exigências desses mercados em relação à qualidade”, explicou ao podcast da Central para o Campo, desse sábado (10), o gerente comercial da Oceana, Breno Araújo.

Detentora de um nutriente indispensável para o bom desenvolvimento dos frutos, o Algen tem um papel importante no campo. “É uma fonte de cálcio, nobre, orgânica e esse nutriente permite uma maior firmeza do fruto, maior crocância. Por exemplo: se começou a chover, um fruto rico em cálcio terá uma resistência muito grande, no caso uva, e conseguirá evitar rachaduras. Nós temos problemas seriíssimos quando chove no período da colheita. Então, o uso do Algen permite ao produtor aumentar essa segurança, essa firmeza do fruto”, revelou o RTV da Oceana no Vale do São Francisco, Bosco Farias.

Essa característica desenvolvida a partir do Algen também agrega mais tempo de prateleira ao fruto. “Outro benefício em ter essa firmeza é que quando a fruta é colhida e embarcada para mercados distantes, como a Europa, ele terá um tempo de prateleira e de exposição nas gôndolas dos supermercados. Então, ele aumenta essa resistência do fruto. Isso diminui o risco de perda para quem compra”, confirmou Bosco.

Por se tratar de uma ferramenta natural, orgânica, pode ser usada em qualquer fase, mas há momentos específicos que potencializam essa produção. “Geralmente, na uva, a gente recomenda 50% da necessidade de cálcio que a planta precisa por ciclo. Então, a recomendação é que seja 50% na adubação de fundação e 50% na florada. No caso da manga, do mesmo jeito. Na cultura da goiaba, o uso pode ser feito após a poda e na época da florada. Já nas culturas de ciclo curto, como o tomate, cebola, melão, a gente recomenda o uso de 100% já na adubação de fundação”, explicou.

Por possuir uma estrutura biológica diferenciada e nutrientes equilibrados com rápida disponibilidade para as plantas, o Algen age rapidamente melhorando as propriedades químicas, físicas e biológicas dos solos, beneficiando a nutrição de todas as culturas. “O grande diferencial é que ele tem uma reatividade com a biologia do solo fantástica e, aí, reagindo bem com o solo, a planta consegue absorver com mais facilidade”, completou o representante.

QUEM LEU ESSA NOTÍCIA, TAMBÉM LEU ESTAS: