Central de Adubos

Resíduos de tomate são usados para produzir energia

Uma equipe de cientistas da Escola de Minas e Tecnologia da Dakota do Sul, nos Estados Unidos, desenvolveu uma nova fonte de eletricidade, no mínimo, incomum: usando tomates danificados impróprios para venda no supermercado, que teriam, como destino, o lixo.

O projeto-piloto envolve uma célula à base de combustível biológico que utiliza resíduos de tomate que sobraram das colheitas na Flórida, nos Estados Unidos. Todos os anos, o estado norte-americano descarta 400 mil toneladas de tomates danificados ou atacados por doenças. Antes, os tomates descartados eram transferidos para aterros sanitários.

Agora, com o projeto, é possível transformar os resíduos de tomate em eletricidade, tendo como pano de fundo a ação oxidante das bactérias aeróbicas, que possibilita o processamento dos resíduos de tomate e gera uma corrente elétrica. O processo também neutraliza os resíduos, impedindo que esses emitam gases de efeito estufa.

De acordo com os cálculos dos pesquisadores, 400 mil toneladas de resíduos de tomate poderiam gerar energia suficiente para abastecer a Disney World por 90 dias.

QUEM LEU ESSA NOTÍCIA, TAMBÉM LEU ESTAS: