Missão cumprida: Manga Tec 2022 supera expectativas e tem recorde de público em Petrolina 

Sucesso absoluto, o Manga Tec 2022, realizado pela Central de Adubos, alcançou o seu principal objetivo: transferir conhecimento e agregar valor à cultura de maior volume de produção não apenas no Vale do São Francisco, mas no Brasil. Para se ter uma ideia, a região possui atualmente cerca de 50 mil hectares de área plantada de manga, que geram uma produção de 1 milhão de toneladas por ano. Desta, 25% é exportada, o que corresponde a 87% da fruta exportada pelo país. Com números tão expressivos, o Vale abriga há seis anos o maior evento voltado para a mangicultura do Brasil, que neste sábado (22) contou com a participação de muitos produtores, que compareceram ao Iate Clube e assistiram a palestras com temas de imprescindíveis relevâncias e tiveram ainda a oportunidade de fechar negócios importantes com os fornecedores mais renomados do mundo, parceiros do Manga Tec 2022. 

As boas vindas foram dadas pelo gerente de marketing da Central de Adubos, Gustavo Rodrigues e pelo diretor comercial da empresa, Aksonnnoan Almeida. “O agro nunca parou, o agro não para e nunca vai parar. Vamos aproveitar o dia com muita informação e tecnologia para a gente”, reforçou Almeida.

O evento contou com os seguintes palestrantes: 

Dr. João Ricardo Lima – doutor em economia aplicada e coordenador dos Observatórios de Manga e Uva da Embrapa Semiárido – que falou sobre o mercado, comercialização, custos de produção e rentabilidade na cultura da manga. 

Dr. Eduardo Bernardo – Pesquisa e Desenvolvimento Agrivalle –  que apresentou o tema “Alternativas sustentáveis no manejo do embonecamento e lasiodiplodia”. 

André Ortiz – PHD in Business Administration in Neuromarketing/Florida Christian University/USA – que discorreu sobre o tema “Gestão de pessoas para obter melhores resultados no agro”. 

Eduardo Ferraz – Consultor da Clorofila Consultoria Agrícola – que tratou sobre o tema “Desafio no manejo de pragas e doenças”. 

Em quase seis horas de evento, os produtores, estudantes, professores, engenheiros agrônomos e demais integrantes da cadeia produtiva tiveram a oportunidade de adquirir conhecimentos e tirar dúvidas sobre a produção de manga, além de acessar as inovações presentes na cultura. 

Jailton Brito, produtor de Manga, ressaltou o quanto suas expectativas foram superadas nesta edição do Manga Tec. “É um evento muito esperado para nós da área agrícola porque traz muito conhecimento e eu só tenho a agradecer a Central de Adubos por promover esse grande evento para a cidade de Petrolina”.

O Manga Tec contou com as parcerias da FMC, Plantivo, Syngenta, Aqua, Agrichem, Ihara, Ajinomoto, Eurochem, Netafim, Kaneka, Agrivalle, Sumitomo Chemical, Aminoagro, Yara, UPL, Agrofresh, Wantel e Banco do Brasil. Todos com estandes presentes no local e com a disponibilização de produtos com preços especiais, exclusivos para o evento, no balcão montado pela Central de Adubos no local. 

Ao avaliar o evento, o CEO da Central de Adubos, Aurélio Cavalcanti expressou sua gratidão a todos os envolvidos no evento. “Quero agradecer, primeiramente a Deus, porque sem ele não somos nada. Em todas as minhas falas eu peço a Deus que me dê saúde e sabedoria, o resto deixa que eu corro atrás. Quero agradecer a cada cliente. Pessoal, a gente está no maior evento de manga do Brasil, isso é motivo de muito orgulho. (…) Quem estiver com a camisa amarelinha, é motivo de muito orgulho para a gente. Eu não achei uma palestra não, foi um show. Se o Safadão fizer um show de manhã não reúne essa quantidade de gente não”, reforçou agradecendo a sua equipe e ao consultor Eduardo Ferraz, diretamente envolvido na idealização do Manga Tec 2022. 

Quem quiser rever ou assistir ao evento é só acessar o canal da Central de Adubos no YouTube no endereço https://www.youtube.com/c/CentraldeAdubosOficial . 

QUEM LEU ESSA NOTÍCIA, TAMBÉM LEU ESTAS: