Central de Adubos

Disponibilidade de mandioca deve ficar abaixo do esperado

A disponibilidade de mandioca, no Brasil, deve ficar abaixo das expectativas dos agentes do mercado. Os custos elevados e a menor rentabilidade da cultura perante outras atividades concorrentes em área limitaram o avanço do plantio.

Conforme dados do boletim informativo do Cepea, para agravar, no segundo semestre de 2022, o clima adverso prejudicou o desenvolvimento das lavouras, o que pode reduzir a produtividade. Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a área plantada com mandioca, no Brasil, deve recuar 0,3% e a produção deve totalizar 18,4 milhões de toneladas, com pequeno aumento de 0,9% frente ao ano anterior.

Com limitada oferta de matéria-prima, parece haver pouco espaço para quedas expressivas nos preços de comercialização da raiz de mandioca. A baixa disponibilidade de matéria-prima também deve limitar a produção de fécula e derivados em 2023. Assim, é de se esperar que a disponibilidade destes derivados atenda especialmente à demanda doméstica, sem muitas possibilidades de aberturas de novos mercados internacionais.

QUEM LEU ESSA NOTÍCIA, TAMBÉM LEU ESTAS: