Central de Adubos

Cresce a expectativa de aumento da área cultivada

A estimativa do CEPEA, com base em um levantamento feito no início deste ano, é que o aumento da área cultivada de tomate seja maior cerca de 4% em relação ao ano passado.  Atualmente, o Brasil já é o sexto maior produtor de tomate industrial do mundo. Os estados de Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Paraná são líderes em produção. Os cinco estados  juntos são responsáveis por, pelo menos, 70% de toda a produção nacional.

Apesar dos inúmeros entraves provocados por eventos climáticos que chegam a atrapalhar as colheitas de final da safra, o rendimento foi de cerca de 1,6 milhão de toneladas. Mesmo assim, o volume ainda não é o suficiente  para atender a demanda do mercado interno. Mas os plantios estão sendo impulsionados pela demanda da indústria para baratear os preços.

Em São Paulo, por exemplo, no começo do ano, a cotação do tomate de algumas variedades registrou um aumento de 7%. Enquanto em outros mercados, como Minas Gerais, o preço para o tomate longa vida permaneceu estável.

QUEM LEU ESSA NOTÍCIA, TAMBÉM LEU ESTAS: